Artigo

"Once Upon a Time" – 4×06 – Family Business

Contém SPOILERS.

Belle: I know. Magic always comes with a price.

Finalmente! Após cinco episódios a andar atrás de Rumple nesta temporada, Belle volta a aparecer em força. Um dos aspectos em que esta série falha é não saber equilibrar bem o tempo de antena das personagens. É certo que com novas personagens a aparecer a toda a hora torna-se difícil a gestão de tempo, mas não deixa de ser uma falha. E normalmente este tipo de falhas fazem com que os atores resolvam sair das séries por se sentirem mal aproveitados…

Afinal não é apenas Rumple que anda a esconder segredos naquele casamento. Belle também tem a sua quota-parte de esqueletos no armário. Ela conhece Anna e, surpresa das surpresas, testemunhou o seu rapto. Até aqui tudo bem, mas é estranho introduzirem isto no sexto episódio. Belle apareceu algumas vezes e não houve indícios nenhuns de que ela conhecia as irmãs de Arendelle. Nem umas expressões faciais para nos apimentar a curiosidade.

Belle viajou para Arendelle para falar com Grand Pabbie e descobrir o que aconteceu com a sua mãe. (Como já disse noutra review, as falhas de memórias são mesmo um tema favorito nesta série.) A meio da viagem, conhece Anna, que curiosamente também procurava os ogres de pedra para saber mais sobre a misteriosa Ingrid (raios, gostava tanto das alcunhas dela, Frostine e Dairy Queen), que diz ser sua tia. O futuro sogro diz-lhe que é tudo verdade e que ela tinha ainda outra tia.

Após uma tempestade chegar a Arendelle, Belle fica com a dificil tarefa de escolher entre salvar a nova amiga e a pedra com as suas memórias. Belle escolhe mal e Anna acaba por cair nas garras de Ingrid.

Em Storybrooke, Emma convoca uma reunião de emergência (yay, o gang voltou a reunir-se!) depois de ver os vídeos. Mais uma vez, decidem ir à procura da feiticeira. Regina, Hook e Emma encontram os Merry Men durante a busca e isso serve de motivo para mais cena ‘OutlawQueen’. A sério, isto já me irrita. A história não avança, continuamos sem saber qual é o objetivo de Adam Horowitz e Edward Kitsis relativamente ao futuro do casal, porque raio é que Ingrid escolheu Marian no meio de tanta gente para congelar, etc, etc. Gostava muito deles na temporada passada mas não gosto do efeito que isto causou em Regina. Resolvam-se, gente.

Através de uns ficheiros, sabemos que Ingrid seguiu os passos de Emma desde que ela chegou à Terra. O objetivo? Ter uma família que a ame e não a exclua. Cheira-me que os motivos que a fizeram eclipsar-se (quase literalmente) de Arendelle foram os seus poderes. O que aconteceu a Helga é outro mistério. Contudo, os planos da feiticeira são claros. Ela quer ‘recuperar’ as duas irmãs.

Hook: Well, spend a little more time in this town, love, you’ll realize just about everyone is related.

Belle tem um ataque de consciência e resolve ir à procura de Ingrid (Péssimos efeitos especiais no covil de gelo dela, já agora!). Para isso, ela até faz algo que me deixou chocada… Usou a adaga contra o marido. Detesto um bocado um Rumple por ele andar a mentir-lhe tanto mas fiquei com tanta pena dele!

Por falar no Rumple… oh, amigo, tu estás em sarilhos. Em tantos sarilhos. Quando o espelho disse a verdade a Belle tiveste uma oportunidade perfeita para lhe confessar tudo o que andavas a fazer nas suas costas. Mas não! Belle confessou – de joelhos!! – os seus pecados a Rumple, vimos a confiança cega que tem nele… Vai doer tanto quando a verdade vier ao de cima.

Rumple e Ingrid chegaram também a um impasse. No flashback vimos a caixa na posse da feiticeira… O que terá acontecido ali? E aquela casa era de quem?

“Once Upon a Time” mantém-se fiel à sua temática que vem desde a primeira temporada. A magia vem sempre com um preço. As famílias são complicadas. As coisas nem sempre são o que parecerem. Até os vilões querem ser amados.

Gostei bastante do episódio, especialmente pelas respostas que nos forneceram. Claro que continuamos às escuras em vários assuntos… Um que me ocorreu neste episódio foi o aparecimento de Elsa. Este plano andava em construção há muito tempo, mas Elsa veio para Storybrooke por acidente. Tudo bem que existe uma profecia e tal, mas este pormenor não encaixa… E já viram há quanto tempo é que Anna está presa? O David ainda nem sequer conhecia a Snow! Meu Deus…

Nota: 8/10

Maria Sofia Santos

Artigo do parceiro

Comentários