Artigo

"The Flash" – 01×05 – Plastique

Contém Spoilers



Depois de uma semana de pausa, voltamos a The Flash! Tiveram saudades?

Barry continua apaixonado por Iris. Parece que Felicity “didn’t rock his world”, e ele continua com a esperança de que ela deixe de ser sua amiga, para ser algo mais, um dia. Caitlin e Cisco saem à noite com Barry e conhecem Iris e Eddie. Caitlin comenta como Eddie é atraente, e acho que essa deve ser uma opinião transversal a todas as mulheres… Pouco depois, Barry comenta como o álcool não o afecta fisicamente, e Caitlin atribui tal fenómeno ao seu hipermetabolismo.

Ao mesmo tempo, há mais um assalto com uma bomba, e um acidente quase acontece, mas é claro que Flash vai “a correr” e consegue evitar o pior. Nesse momento final, cruza-se com Iris, mas esta não o consegue realmente ver, pois o rosto de Barry está tremido por causa da velocidade.

Já de volta ao departamento da polícia, Eddie, Joe e Barry conversam sobre o assalto, e a velocidade de Barry ajuda-o a encontrar os ficheiros de que precisam. Mas, afinal, não serão eles a tomar conta do caso.

Em casa, Joe repreende Iris por ter estado no local do acidente, e tenta fazê-la desacreditar na existência do Raio, mas sem sucesso. Em STAR Lab, as investigações continuam, e Flash vai ao encontro da mulher que terá posto a bomba. A mulher toca-lhe no fato, e este explode. Barry consegue tirar o fato antes de isso acontecer, e vai ter ao Laboratório, contando-lhes que ela não pôs nenhuma bomba, onde ela tocar, as coisas explodem. Cisco fica desfeito com a destruição do fato, o que não deixa de ser engraçado…

Joe vai ter a STAR Lab e diz a Barry que tem de demover Iris de continuar as suas investigações e de escrever sobre isso no seu blog. Barry vai falar com ela, e ela fica aborrecida com ele.

Bette (a mulher-bomba) prepara-se para cometer uma vingança, e quase é capturada pelas forças especiais, mas Barry leva-a para STAR Lab. Caitlin acaba por descobrir um chip localizador no braço de Bette, o que faz com que as forças especiais descubram onde ela está e vão ao seu encontro.

Bette fala com Barry sobre os seus poderes especiais, e como gostaria de ser normal, e Barry partilha com ela a sua opinião.

Nesse entretanto, Joe telefona a Barry, dizendo-lhe que Iris não desistiu de escrever sobre Flash e que, ainda para mais, o seu blog deixou de ser anónimo. Para tentar remediar a situação, Barry veste o seu fato, e vai ter com Iris, como Flash, pedindo-lhe que não continue a escrever sobre ele. Iris diz-lhe que ele é a prova que Barry não estava louco quando disse que alguma coisa aconteceu na noite em que a sua mãe faleceu. Flash deixa-a, depois disso, dizendo: “he’s a lucky guy”, e desaparece. Já em STAR Lab, Bette tem um problema que talvez ninguém possa resolver…

Joe mostra a Barry saber dos sentimentos dele pela filha e no Laboratório, Harrison faz uma proposta “tentadora” a Bette, que a aceita. As coisas complicam-se, e Bette está em risco de se detonar a ela mesma, pois as forças especiais mataram-na. Então, Flash acorre, mergulhando-a na água, para que as consequências para a cidade não sejam catastróficas.

Depois de tudo o que se passou, Barry vai visitar Iris, e continua a tentar convencê-la a parar, mas, mais uma vez, sem sucesso, e Barry sugere que passem um certo tempo sem se ver.

O episódio termina com os pensamentos de Barry, que vão causar uns arrepios a todos (a mim pelo menos, por já ter passado por coisas semelhantes), em que ele reflecte no porquê de algumas pessoas se manterem nas nossas vidas, e outras partirem, no porquê de algumas amizades durarem uma vida, e outras acabarem demasiado cedo, e nem todas as amizades foram feitas para durar uma vida, mas a dor que esse fim representa, dura uma vida. Barry está a falar agora por causa da mágoa com Iris, mas é claro que irão fazer as pazes.

E o verdadeiro fim é quando o general visita Harrison em STAR Lab, e temos um flashback de há cinco anos atrás. Não percam esta parte!

Até dia 18!

Nota: 7/10

Beatriz Barroca

Artigo do parceiro

Comentários