Um encontro casual em Nova Iorque, paixão na sua pureza mais violenta e sem inúteis decorações: assim começa a história de Mina e Jude. Os dois jovens casam e da sua união nasce uma criança. Até aqui estaríamos perante uma história de amor como muitas outras, contudo há um fator que destabiliza a linearidade deste sonho, quando a relação mergulha em circunstâncias de vida, ou de morte.

«Corações Inquietos», de Saverio Costanzo foi um dos filmes mais apreciados do Festival de Veneza, vencedor dos prémios de Melhor Atriz para Alba Rohrwacher e Melhor Ator para Adam Driver assim como menções especiais para o realizador Saverio Costanzo, que também ganhou o prémio Fipresci no Festival de Estocolmo.

Baseado no romance de Marco Franzoso, Il bambino indaco (Einaudi, 2012), Saverio Costanzo leva a cabo uma reflexão profunda sobre a parentalidade no nosso tempo, através de instrumentos próprios do cinema de suspense a la Polanski.

«Corações Inquietos» é exibido hoje, 27 de março, às 21h30, no Cinema S. Jorge.