Babou (
Isabelle Huppert) é uma mulher livre e subversiva, que foge a quaisquer convenções morais e vive a vida como bem entende. O problema surge-lhe quando a filha, Esméralda (
Lolita Chammah) decide não a convidar para o próprio casamento com receio que ela a embarace. Para reequilibrar tudo e recuperar a estima da filha, Babou parte para uma nova carreira em Ostende, como vendedora de «time-sharing», só que a sua postura invulgar ameaça colocar em risco uma profissão em que até se estava a sair bem.

«Copacabana» é o mais recente filme de
Marc Fitoussi, um jovem realizador e argumentista francês, que com ele conseguiu o maior sucesso da sua carreira. Lolita Chammah já tinha trabalhado com ele na sua película anterior, «La Vie d'Artiste», e ressurge aqui num papel mais desenvolvido, que lhe permitiu voltar a trabalhar no cinema com a sua própria mãe, Isabelle Huppert, mas desta vez com personagens que, também elas, são mãe e filha.

Huppert é um dos maiores nomes do cinema europeu, com um recorde de nomeação aos Césares de Melhor Actriz (13) e dois prémios de Melhor Actriz no Festival de Cannes, em 1978 por «Violette Nozière» e em 2001 por
«A Pianista».

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.