A atriz portuguesa Victória Guerra vai integrar o programa Shooting Stars, de revelação de novos talento do cinema europeu, em fevereiro, no festival de cinema de Berlim, revelou o Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA).

"Shooting Stars" é uma iniciativa do European Film Promotion que pretende dar a conhecer novos nomes da representação no cinema europeu. Decorre habitualmente no festival de Berlim, durante o qual os atores e atrizes selecionados participam em workshops e recebem um prémio.

O programa cumpre a vigésima edição com a presença de Victória Guerra, de 27 anos, que começou por participar em programas de ficção na televisão, como a série "Morangos com Açúcar" e a novela "Fascínios", e entrou, mais recentemente, em filmes como "Linhas de Wellington", de Raoul Ruiz, "Variações de Casanova", de Michael Sturminger, e "Cosmos", de Andrzej Zulawski.

Atualmente, integra o elenco da telenovela "Amor Maior" e entrou nos filmes "Wilde Wedding", de Damian Harris, e "Aparição", de Fernando Vendrell, ainda sem data de estreia.

A última vez que Portugal esteve representado no Shooting Stars foi em 2007, com Afonso Pimentel.

Nos anos anteriores, foram selecionados Nuno Lopes (2006), Marisa Cruz (2005), Ângelo Torres (2004), Leonor Baldaque (2003), Carla Bolito (2002), Alexandre Pinto (2001), Rita Durão e Francisco Nascimento (2000), Diogo Infante e Ana Moreira (1999) e Beatriz Batarda (1998).

O festival de cinema de Berlim decorrerá de 9 a 19 de fevereiro e o júri do programa European Shooting Stars integra a produtora portuguesa Pandora Cunha Telles, a atriz húngara Dorka Gryllus, a diretora de casting britânica Lucinda Syson, o realizador suíço Xavier Koller e o crítico sueco Jan Lumholdt.

Newsletter

Os melhores filmes, as séries mais populares e a música que tem mesmo de ouvir. Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.