Libertadores e Libertadas (1ª Parte)

BeFreier und BeFreite

Libertadores e Libertadas (1ª Parte)

BeFreier und BeFreite

Helke Sander entrevista várias mulheres que foram violadas em Berlim por soldados soviéticos, em maio de 1945. Na sua maioria, essas mulheres nunca tinham falado com alguém fora do âmbito privado sobre a sua experiência, em grande parte devido à ver

Helke Sander entrevista várias mulheres que foram violadas em Berlim por soldados soviéticos, em maio de 1945. Na sua maioria, essas mulheres nunca tinham falado com alguém fora do âmbito privado sobre a sua experiência, em grande parte devido à vergonha associada à violação. A cineasta documenta gravidezes, abortos e crianças ilegítimas, em consequência das violações, bem como perturbações físicas e mentais, estigmatização e ruptura de laços familiares. Sander entrevista também soldados alemães e soviéticos que admitem ter violado mulheres durante a guerra. Recorre a imagens de arquivo, ao comentário directo e indirecto e a recriação histórica para descrever a extensão das violações de guerra, deixando clara a sua intenção de captar a atenção internacional para um problema que está muito longe de se extinguir. E foi graças a este documentário a Organização das Nações Unidas incluiu a violação na lista dos crimes de guerra.

Realização

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.