"É o maior escritor de canções, a maior figura da música popular, está num mundo à parte, tem uma importância increditável", disse o músico, 37 anos, que, tal como Sérgio Godinho, diz reconhecer influência indireta de Bob Dylan nas músicas que escreve.

Justificando essa admiração por Bob Dylan - "conheço os poemas, as letras a biografia, é uma coisa muito de fã, de facto" -, Samuel Úria refere que o autor norte-americano "consegue com uma grande mestria e originalidade sintetizar uma poesia eficaz e muito rica que sirva o formato da canção".

O compositor norte-americano Bob Dylan, 75 anos, foi hoje distinguido com o Nobel da Literatura por "ter criado novas formas de expressão poéticas no quadro da grande tradição da música americana", justificou a Academia Sueca.

"Ele pode ser lido e deve ser lido e é um dos grandes poetas da tradição em língua inglesa", disse a secretária permanente da Academia Sueca, Sara Danius.

Bob Dylan, autor de músicas como "Blowin'in the wind" e "Like a rolling stone", é o primeiro músico a ser distinguido com o Nobel da Literatura.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.