Artigo

"Piratas das Caraíbas 5" tem outra surpresa: Não é só Orlando Bloom que está de volta

"Piratas das Caraíbas: Homens Mortos Não Contam Histórias" parece trazer de volta todos os atores do primeiro filme, "A Maldição do Pérola Negra", de 2003.

Keira Knightley aparece por um breve momento no trailer japonês de "Piratas das Caraíbas: Homens Mortos Não Contam Histórias".

É a confirmação que está de volta, algo que a própria tinha jurado que não ia acontecer, ainda que já tivesse constado que gravara cenas num estúdio em Londres.

"Foi uma parte espantosa na minha vida, mas foi boa fatia de cinco anos [que ocupou]. Não me imagino a regressar", afirmou em 2014.

O papel de Elizabeth Swan tornou-a uma estrela, mas tal como Orlando Bloom, a atriz britânica de 32 anos também se despediu da saga ao fim de três filmes, com "Piratas das Caraíbas - Nos Confins do Mundo" (2007), ficando de fora em "Piratas das Caraíbas - Por Estranhas Marés" (2011).

Isto significa o núcleo principal de "Piratas das Caraíbas: O Maldição do Pérola Negra" (2003), o primeiro filme, pois além de Johnny Depp (Jack Sparrow) e Geoffrey Rush (Barbossa), já tinha sido revelada a presença de Orlando Bloom.

No fim do terceiro filme, Will Turner tornava-se o novo capitão do Flying Dutchman e uma maldição impedia-o de deixar as profundezas do mar a não ser a cada dez anos.

Isto significava ficar separado da sua amada e do filho recém-nascido, que agora, no quinto filme, surge já como jovem adulto, interpretado por Brenton Thwaites.

É provável que as presenças de Knightley e Bloom sejam simbólicas: a história principal de "Homens Mortos Não Contam Histórias" é sobre a vingança do Capitão Salazar, interpretado por Javier Bardem, contra Jack Sparrow. Algo para confirmar a partir de 25 de maio.

Comentários