Mambo Cool

Mambo Cool

Mambo Cool

Mambo Cool

Num universo de traficantes, de prostitutas, de drogas e de música cria-se um mundo decadente e meigo que acontece só ali, naqueles espaços fechados, nos momentos e nas memórias dos amigos, do absurdo e da vida. Os corpos, que como as casas não se mo

Num universo de traficantes, de prostitutas, de drogas e de música cria-se um mundo decadente e meigo que acontece só ali, naqueles espaços fechados, nos momentos e nas memórias dos amigos, do absurdo e da vida. Os corpos, que como as casas não se movem, marcam em silêncios e gestos melancólicos o andamento da composição. Já os diálogos, cheios de graça, contam-nos histórias e sentimentos e revelam o espírito, esse que é como as ruas, sempre em movimento. De resto, a cidade da Colômbia onde é suposto o filme decorrer não existe, porque aqueles lugares sombrios e perdidos só por acaso ali estão. Mambo Cool é de um outro mundo: está numa paisagem entre o realismo e o simbolismo. O que existe de facto é a música que, tal como o pó, percorre o filme, une todas aquelas personagens e liberta-lhes o espírito.

Realização
Argumento

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.