A Insustentável leveza do ser

The unbearable lightness of being

A Insustentável leveza do ser

The unbearable lightness of being

"O filme sério mais erótico desde O Último Tango em Paris." - Roger Ebert, CHICAGO SUN-TIMES

Praga 1968 - Preocupar-se com coisas como a liberdade e a procura da felicidade são problemas para outras pessoas. Tomas, um talentoso cirurgião e mulherengo inveterado, está preocupado exclusivamente com a procura da paixão. O seu objectivo é apenas viver a vida com uma leveza de ser, sem se preocupar com problemas como compromissos ou a opressão Comunista. A busca pelo sexo deste jovem médico, e o seu encontro fortuito com o amor, torna-se uma parte integral da deslumbrante narrativa desta obra poética baseada no célebre romance de Milan Kundera, produzido para o cinema por Saul Zaentz (O Paciente Inglês, Amadeus) e realizado por Philip Kaufman (Os Eleitos, Henry & June). Daniel Day-Lewis, Juliette Binoche e Lena Olin formam o inesquecível triângulo amoroso que ocupa o centro do mundo de Tomas. O seu é um mundo em contínua mutação, feito de esperanças que morrem e renascem, e de vidas destruídas pela opressão e reacendidas pelo amor, profundoe amadurecedor.

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.