O Resto de Nada

Il resto di niente

O Resto de Nada

Il resto di niente

Através do olhar de Eleonora Pimentel Fonseca vivem-se os factos e peripécias da revolução de Nápoles em 1799.

Eleonora é uma mulher aparentemente frágil, mas que dentro de si tem uma grande força; não é uma heroína à procura de aventura, não escolheu a revolução, mas encontrou-se envolvida nela, vivendo-a com coerência e com rigor. É o triunfo da mulher inteligente e racional, que acolhe os ideais da revolução, mas sem deixar de compreender os limites e as fraquezas.

Interpretação
Realização

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.