"Ouvir as nossas músicas favoritas é benéfico para o nosso sistema cardiovascular", assegurou Michael Miller, Director de Prevenção em Cardiologia do Centro Médico da Universidade de Maryland, em pleno encontro da Associação Americana do Coração, decorrido terça-feira, em Nova Orleães. Segundo o investigador, o diâmetro dos vasos sanguíneos pode ser largamente ampliado enquanto ouvimos uma música que gostamos - um resultado semelhante ao que um indivíduo obteria ao fazer exercício físico ou ao tomar uma medicação para esse fim.

A equipa de investigação liderada por Miller terá avaliado dez homens e mulheres saudáveis, que, após terem passado meia hora a ouvir a sua música preferida, evidenciaram uma dilatação de 26% nos seus vasos sanguíneos. Pelo contrário, os mesmos voluntários, quando expostos a músicas que não correspondiam aos seus gostos, evidenciavam uma redução de 6% no calibre das suas artérias.

Note-se que, quando os vasos sanguíneos se dilatam, o sangue flui mais facilmente, tornando menos provável a formação de coágulos, principais responsáveis pelos enfartes e derrames.

Sara Novais

Notícias relacionadas:

Projecto Entrelaços - Musicoterapia

Artigos relacionados:

Educação musical - Os benefícios para as crianças

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.