Miguel de Araújo foi um dos pioneiros da Rádio e Televisão Portuguesas e era diretor de programas em 25 de Abril de 1974, tendo sido saneado e reintegrado em 1978. Entretanto, regressaria à direção do canal, recorda a RTP numa notícia publicada na sua página na internet.

“Era uma personalidade culta e marcante. Tinha uma grande tertúlia e transversal que ia desde Batista Bastos e Vitorino de Almeida a Alexandre O’Neill, até à direita, da qual mais se aproximava. Era monárquico”, refere a notícia da RTP.

Recebeu a distinção de Comendador da Ordem do Mérito Civil de Espanha e a de Oficial da Ordem do Cruzeiro do Sul do Brasil.

Miguel de Araújo morreu hoje no Hospital de Santa Marta, em Lisboa. O funeral realiza-se no centro funerário Santa Joana Princesa, na quinta-feira à tarde.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.