"A SIC atingiu 67,3 milhões de euros de receitas, refletindo uma redução de 11% comparativamente à primeira metade do ano passado", refere a Impresa, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

As receitas de publicidade da SIC atingiram 42,6 milhões de euros, o que corresponde a "uma diminuição de 13%, como resultado do impacto da pandemia de COVID-19 no mercado publicitário", adianta o grupo.

As receitas de subscrição geradas pela distribuição dos oito canais da SIC, via cabo e satélite, em Portugal e no estrangeiro, "decresceram 6% no primeiro semestre de 2020, para 16,5 milhões de euros", refere a Impresa.

"Esta quebra deveu-se, sobretudo, à negociação de contratos com operadores internacionais", explica o grupo, no comunicado.

As receitas de IVR [chamadas de valor acrescentado] cresceram 6,2% para 6,8 milhões de euros.

O resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) recuou 27,8% para 8,9 milhões de euros.

"A redução de 7% (equivalente a 4,6 milhões de euros) nos custos operacionais compensou, em parte, a diminuição de receitas (em 8,1 milhões de euros)", acrescenta.

O resultado líquido da Impresa caiu 94,9% no primeiro semestre, face a igual período de 2019, para 178,2 mil euros.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.