"Feliz aniversário, meu Alain. Amo-te 80 vezes", afirmou Brigitte Bardot a Alain Delon, o ator com "cara de anjo" que completou 80 anos este domingo e que, como ela, é um mito vivo do cinema francês.

Para esse estatuto foram decisivos títulos como "O Sol por Testemunha" (1959), "Rocco e os seus Irmãos" (1960), "O Eclipse" (1962), "O Leopardo" (1963), "O Ofício de Matar" (1967), "A Piscina" (1969), "Borsalino" (1970), "Almas a Nu" (1973), "Ajuste de Contas" (1975), "Mr. Klein - Um Homem na Sombra" (1976), "Notre Histoire" (1984) e "Vingança Jurada" (1985).

Após mais de 90 filmes, rodados principalmente entre França e Itália, o ator anunciou a sua retirada em 1999. Posteriormente, fez apenas uma aparição como Júlio César em "Astérix nos Jogos Olímpicos", de 2008, bem como alguns telefilmes.

"Tu és o símbolo vivo da obra prima que a França produziu durante este século que atravessamos juntos", escreveu Brigitte Bardot a Alain Delon numa mensagem a que a AFP teve acesso.

"Tu és esta águia de duas cabeças, o ying e o yang, o melhor e o pior, o qual é às vezes tão inacessível e tão próximo, frio e incandescente", escreveu a diva francesa de 81 anos.

"Levas em ti a beleza, a coragem, a elegância, a potência, que fizeram de ti a imensa estrela internacional jamais igualada, nem substituível".

"Mereces respeito e admiração, mas também o amor, o calor, a cumplicidade que compartilho contigo desde sempre. Feliz aniversário, meu Alain. Amo-te 80 vezes", conclui a atriz, decorando a sua assinatura com o desenho de uma flor.

Brigitte Bardot e Alain Delon conheceram-se em 1958 no estúdio Harcourt, em Paris, durante uma sessão com o fotógrafo Sam Levin, no momento em que ambos começavam a ser mundialmente famosos pelo seu carisma e beleza.

Os dois atores protagonizaram "Les Amours Célèbres" ("Amores Célebres") de Michel Boisrond (1961) e "Histoires extraordinaires" ("Histórias Extraordinárias"), longa-metragem co-dirigida por Federico Fellini, Louis Malle e Roger Vadim (1968).

"Alain sempre foi um imenso amigo, como um irmão. Somos muito próximos um do outro, mas nunca fomos namorados", disse Brigitte Bardot no ano passado, confirmando uma confidência feita anteriormente por Alain Delon.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.