Embora não seja tão conhecido como Christopher Nolan, que realizou "Memento", "Inception", "Interstellar" e "Dunkirk", além da saga "O Cavaleiro das Trevas", o irmão Jonathan Nolan deu uma contribuição, formal ou informal, decisiva para todos eles.

Agora com mais mediatismo como o co-criador da série da HBO "Westworld" (inspirada pelo filme de 1973 de Michael Crichton), Jonathan Nolan foi durante muito tempo reconhecido principalmente por ajudar a escrever os argumentos de "O Cavaleiros das Trevas" (2008) e "O Cavaleiro das Trevas Renasce" (2012), considerados dois dos melhores filmes alguma vez feitos à volta do mundo dos super-heróis.

Só que agora o Nolan mais novo está farto do género e prevê a sua queda.

"Certamento que tenho esperança que nos cansemos dos filmes de super-heróis. Embora existam alguns realmente bons", revelou após um visionamento especial na terça-feira à noite em Londres do último episódio da segunda temporada de "Westworld".

"Foi sempre assim que o cinema funcionou. O Western teve uma  vida útil notável, dos anos 30 aos 60, quando migrou do cinema para a TV, e podemos ver algo semelhante acontecer com os super-heróis, onde eles.... claramente estamos agora com um excesso deles", acrescentou.

"Tendo contribuído duas vezes para o género dos super-heróis, não tenho bem a certeza se esse género vai envelhecer bem.  Há algo esquisito que se está a formar no subconsciente: um grupo de personagens vestidas com trajes justos a espancar pessoas", esclareceu.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.