Marion Cotillard não foi nomeada ao Óscar pelo seu mais recente papel mas a distinção teria sido mais do que justa. A atriz que venceu uma estatueta da Academia pela sua interpretação de Edith Piaf volta a mostrar o que vale em «Ferrugem e Osso», o novo filme de Jacques Audiard.

Fora de circuito, revemos a filmografia de Alfred Hitchcock na Cinemateca.

Nos memoráveis, recordamos Edith Piaf no cinema.