A celebração contempla cerca de 150 sessões espalhadas por seis cidades do país entre 7 de Outubro e 10 de Novembro, para além de outras actividades como exposições e
masterclasses. Entre os convidados de honra contam-se nomes consagrados do cinema francês, como
Jeanne Balibar,
Agnès Jaoui e
Jan Kounen.

A convidada de honra do certame, que também se deslocará ao nosso país, será
Agnès Varda, nome incontornável da Sétima Arte do hexágono, «compagnon de route» dos realizadores da «Nouvelle Vague» e autora de obras como
«Duas Horas na Vida de Uma Mulher»,
«Os Respigadores e a Respigadora» e o recente
«As Praias de Agnès». Além dos filmes da autora, que partilhará também o seu conhecimento com uma
masterclass, serão também apresentadas vídeo-instalações de sua autoria na Fundação de Serralves, no Porto.

Na secção principal do certame serão apresentadas 21 longas-metragens em antestreia nacional, representativas das mais diversas tendências do cinema francês. Entre os principais títulos, destaque para «
Parlez-moi de la puie», de
Agnès Jaoui, que irá abrir o certame, com presença da cineasta,
«Bellamy», de
Claude Chabrol,
«Coco Chanel & Igor Stravinsky», de
Jan Kounen,
«Éden l’Ouest», de
Costa-Gavras e
«Boxes», de
Jane Birkin, que virá a Portugal apresentar o filme e realizar o seu espectáculo
«Enfant d’Hiver», no Centro Cultural de Belém, a 8 de Outubro.

Importante também é a retrospectiva dedicada à obra de
Jeanne Balibar, como cantora e actriz, que também virá a Portugal e que fará um pequeno concerto. A abrir a redescoberta da sua obra será apresentado o documentário
«Ne Change Rien», que
Pedro Costa realizou e que tem por tema a obra da artista.

Entre muitas outras actividades, a Festa apresentará também a secção
Primeiros Filmes, Grandes Obras, com 10 fitas de cineastas estreantes, entre 1993 e a actualidade;
Os Césares da Festa, que reúne 10 filmes laureados com o mais importante galardão do cinema francês; a
Festinha, seis filmes dedicados aos mais novos, que inclui uma celebração do centenário do herói gaulês Astérix; uma
Carta Branca a João Garção Borges, autor e programador do programa televisivo de curtas-metragens Onda Curta; e a apresentação, na Cinemateca Portuguesa, de duas obras de
Manoel de Oliveira em cópias restauradas, «Lisboa Cultural» (1983) e «As Pinturas do Meu Irmão Júlio» (1965).

A Festa do Cinema Francês é promovida pelo Institut Franco-Portugais, pela Embaixada de França e pela Alliance Française, e decorrerá em Lisboa (7 a 19 de Outubro), Almada (13 a 18 de Outubro), Porto (20 a 25 de Outubro), Guimarães (22 a 25 de Outubro), Faro (28 de Outubro a 1 de Novembro) e Coimbra (4 a 10 de Novembro).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.