Muitos fãs da saga "Star Wars" ficaram preocupados com a situação do filme sobre a juventude de Han Solo após o despedimento inesperado e abrupto dos realizadores Phil Lord e Chris Miller a poucas semanas do fim da rodagem.

Agora, Woody Harrelson torna-se o primeiro ator desse filme a falar sobre o assunto e diz que não há razões para esperar o pior.

Numa longa entrevista ao The Hollywood Reporter, revelou adorar os realizadores que perderam o emprego mas reconhece que está proibido de falar do projeto.

Ainda assim, aquele que interpreta o mentor do jovem contrabandista descreveu Ron Howard, o substituto, "como um tipo maravilhoso" e confirmou que já trabalharam às suas ordens: "Filmámos um dia com ele, tivemos que o fazer porque a Thandie [Newton] tinha de partir. Recomeçamos a 12 de julho".

Apesar das restrições, o ator quis passar uma palavra aos fãs.

"Acho que li algumas coisas em que as pessoas estavam preocupadas com o destino deste filme. Eu não ficaria preocupado. A Força ainda está muito com ele", tranquilizou.

Além de Woody Harrelson, agora nos cinemas portugueses no aclamado "Planeta dos Macacos: A Guerra", o filme sobre Han Solo, ainda sem título oficial, tem no elenco Alden Ehrenreich, Donald Glover, Emilia Clarke e Thandie Newton. Estreia a 25 de maio de 2018.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.