Deliciosamente peculiar e arrojado, "A Casa da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares" é um regresso em cheio de Tim Burton.

Baseado no best-seller escrito por Ramson Riggs, o filme conta a história de Jake (Asa Butterfield), que descobre uma série de pistas deixadas pelo avô sobre um mistério que envolve diferentes mundos e tempos, levando o jovem a partir à aventura, acabando por descobrir um lugar mágico, A Casa da Senhora Peregrine Para Crianças Peculiares.

Deambulando pelo gótico e o excêntrico, Tim Burton apresenta uma obra consistente e cheia de personagens apelativos mas que vai perdendo o fôlego com o avançar da história. Recorrendo a vários poderes especiais – saltando-nos logo à mente possíveis semelhanças com os X-Men –, o argumento está construído de uma forma tradicional e peca pela previsibilidade. Não obstante, a banda sonora e a fotografia são aspetos muito valorosos da obra e elementos essenciais para que tudo resulte.

Eva Green é mesmo a Senhora do filme e está maravilhosa num papel pouco desafiante em termos interpretativos mas em que a atriz consegue agarrar cada momento. Samuel L. Jackson é também uma boa adição no papel do vilão com uma vertente mais cómica. Todavia, o grande destaque vai para os jovens atores, sobretudo para Asa Butterfield e Ella Purnell, que conseguem manter uma boa química, mas apenas ela surpreende verdadeiramente.

"A Casa da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares" é um chamativo filme fantástico, feito à medida para o imaginário de Tim Burton, tão único como inesquecível, sendo este um filme que entra para a sua galeria de melhores obras, afastando-se em toda a linha de empreitadas menos bem-conseguidas como "Sombras da Escuridão" e "Olhos Grandes". Apesar de retratar personagens com superpoderes, o filme não se assemelha a nada do que tenhamos visto dos X-Men no grande ecrã – e ainda bem.

Tatiana Henriques

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.