Feministas dizem que canção que vai representar Espanha na Eurovisão "insulta as mulheres"

O Movimento Feminista de Madrid diz que a canção "insulta as mulheres de forma sexista".
Feministas dizem que canção que vai representar Espanha na Eurovisão

A dupla Nebulossa, com o tema "Zorra" (que significa galdéria ou vadia em português), vai representar Espanha no Festival Eurovisão da Canção 2024. O casal de Alicante venceu este fim de semana o Benidorm Fest, o concurso onde é escolhido o representante do país.

A escolha do tem suscitado críticas por parte de organizações feministas em Espanha, que consideram a letra representa o machismo e a misoginia.

Segundo a agência EFE, o Movimento Feminista de Madrid apresentou queixa sobre a escolha da canção que vai representar  Espanha no festival da Eurovisão 2024 e solicitou a anulação da candidatura, por considerar que a canção "insulta as mulheres de forma sexista".

"Repetir insistentemente a palavra 'galdéria' como forma de empoderamento das mulheres é absurda”, defende o movimento feminista

Nas redes sociais, Laura Berja, ex-porta-voz do PSOE para a Igualdade no Congresso, também sublinhou que "ser chamada de vadia não dá poder" às mulher. "Erradicar esse conceito misógino do imaginário coletivo é tarefa de todos", advogou.

Em tradução livre, "zorra" significa galdéria ou vadia em português. O uso da palavra na letra da canção levantou dúvidas, visto que o regulamento do concurso não permitia o uso de "palavrões ou linguagem imprópria e que atente contra a integridade do festival".

Esta quarta-feira, dia 6 de fevereiro, a organização do festival confirmou que o tema espanhol é "elegível". Ao  La Vanguardia, a EBU sublinha que "existem muitas interpretações para o título da canção".

"Tendo em conta o uso pretendido no contexto da letra e da mensagem da música, conforme explicado pela RTVE, concluímos que a música é elegível para participar no concurso deste ano", explica a organização.

O hino feminista foi a canção mais votada pelo público e pelos jurados no Benidorm Fest. María Mery Bas, de 55 anos, e o seu marido, o produtor Mark Dasousa, de 47 anos, conquistaram 156 pontos.

"Zorra" é apresentada como um tema "feminista sobre as dificuldades que as mulheres têm em ser reconhecidas pelos seus méritos". Segundo a agência EFE, o objetivo da canção é mudar a conotação negativa da palavra "zorra" ('galdéria', em tradução livre)

"As mulheres não estão em igualdade de condições, continua a acontecer hoje em dia, e precisávamos de uma canção assim", frisou María Mery Bas, conhecida como a "Madonna de Espanha".

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.

Veja também

 

Comentários

Entre com a sua conta do Facebook ou registe-se para ver e comentar