Elisa vai representar Portugal no Festival Eurovisão 2020, que se realiza em maio, em Roterdão, nos Países Baixos. "Medo de Sentir", tema composto por Marta Carvalho, foi o mais votado na final do Festival da Canção RTP. Bárbara Tinoco, com "Passe-Partout", ficou em segundo lugar.

"O tema surgiu em conversa entre nós as duas, quando falávamos sobre o medo de sentir... toda a gente tem medo de mostrar essa vulnerabilidade. É um tema que diz muito às duas", frisou Marta Carvalho ao SAPO Mag.

A final do Festival da Canção decorreu este sábado, dia 7 de março, no Coliseu Rondão Almeida, em Elvas. A cerimónia, transmitida em direto na RTP1, Antena 1 e nas plataformas online do canal, foi apresentada por Vasco Palmeirim, Filomena Cautela e Inês Lopes Gonçalves.

Ao contrário do que aconteceu na semifinal, na final, Elisa esteve acompanhada por Marta Carvalho. Veja a atuação:

Das duas semifinais do concurso saíram oito finalistas, mas apenas um conquistou uma viagem até Roterdão para representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção 2020. O tema foi escolhido com base na votação do júri e do público, no esquema de 50/50. "Na final, as votações do júri serão associadas a sete regiões diferenciadas, incluindo Portugal Continental e Ilhas", lembrou a RTP.

Este ano, o público e o júri das sete regiões não estiveram em sintonia: "Gerbera Amarela do Sul", de Filipe Sambado, foi o tema mais votado pelo júri selecionado pela RTP, mas conquistou apenas quatro pontos do televoto, sendo a segunda canção menos votada pelos espectadores.

"Medo de Sentir", de Elisa, conquistou 10 pontos do júri e do televoto.

VEJA AS PONTUAÇÕES FINAIS:

1. Elisa - "Medo de Sentir" - 20 pontos (10 do júri +10 do televoto)

2. Bárbara Tinoco - "Passe Partout" - 18 pontos (6 do júri + 12 do televoto)

3. Filipe Sambado - "Gerbera Amarela do Sul" - 16 pontos (12 do júri + 4 do televoto)

4. Kady - "Diz Só" - 15 pontos (8 do júri + 7 do televoto)

5. Jimmy P - "Abensonhado" - 13 pontos (7 do júri + 6 do televoto)

6. Tomás Luzia - "Mais Real Que o Amor" - 11 pontos (3 do júri + 8 do televoto)

7. Throes + The Shine - "Movimento" - 11 pontos (6 do júri + 5 do televoto)

8. Elisa Rodrigues - "Não Voltes Mais" - 7 pontos (4 do júri + 3 do televoto)

FINAL DO FESTIVAL DA CANÇÃO 2020
créditos: RTP1

O público atribuiu três pontos à canção interpretada por Elisa Rodirgues, sendo a concorrente menos votada. Já Filipe Sambado com "Gerbera Amarela do Sul" conquistou apenas quatro pontos do televoto.

Os cinco pontos dos telespectadores foram entregues a "Movimento", dos Throes + The Shine, ficando atrás de "Abensonhado" (6 pontos), de Jimmy P, e de "Diz Só" (7 pontos), de Kady.

Os jurado do Norte, do Centro, de Lisboa e Vale do Tejo, do Algarve, dos Açores atribuíram 12 pontos ao tema "Gerbera Amarela do Sul", de Filipe Sambado - o tema foi o mais votado pelo júri selecionado pela RTP.

Já o júri da Madeira entregou a pontuação máxima a "Medo de Sentir", de Elisa e Marta Carvalho.  A região do Alentejo deu os 12 pontos a Bárbara Tinoco ("Passe-Partout").

ELISA
créditos: RTP1

No total, "Gerbera Amarela do Sul", de Filipe Sambado, recebeu 12 pontos do júri - a canção recebeu a pontuação máxima de cinco das sete regiões. Na segunda posição ficou "Medo de Sentir", de Elisa, com 10 pontos, seguida de "Diz Só", de Kady (8 pontos).

Veja o medley dos concorrentes:

Nas duas semifinais, Bárbara Tinoco, Elisa, Filipe Sambado,  Throes + The Shine, Jimmy P, Tomás Luzia, Kady e Elisa Rodrigues conquistaram um 'bilhete' até à final em Elvas.

Além do desfile das canções, a RTP festejou em Elvas mais um aniversário. A final arrancou com uma pequena atuação de um grupo de Cante Alentejano. "Hoje também celebramos 63 anos da RTP e com ela toda a história da televisão em Portugal", frisou Filomena Cautela. "E foi também há 40 anos que a RTP passou para as emissões a cores", acrescentou Vasco Palmeirim.

Os apresentadores recordaram ainda alguns dos momentos do Festival da Canção em rap. Filomena Cautela, Vasco Palmeirim e Inês Lopes Gonçalves lembraram ainda de alguns dos programas mais marcantes da história da RTP.

Antes de ser revelado o vencedor, Conan Osíris subiu ao palco do Festival da Canção para apresentar uma nova versão do tema "Telemóveis", que representou Portugal no festival da Eurovisão em 2019.

AS ATUAÇÕES DOS FINALISTAS

Filipe Sambado, Jimmy P, Tomás Luzia e Elisa Rodrigues foram os primeiros a subir ao palco do coliseu. Throes + The Shine, Kady, Elisa e Bárbara Tinoco fecharam o desfile das canções.

1. "Gerbera Amarela do Sul" - Filipe Sambado | 760 10 08 01

Autor: Filipe Sambado
Intérprete: Filipe Sambado
Título: Gerbera Amarela do Sul
Música: Filipe Sambado
Letra: Filipe Sambado

VEJA AQUI A ATUAÇÃO.

2. "Abensonhado" - Jimmy P | 760 10 08 02

Autor: Jimmy P
Intérprete: Jimmy P
Título: Abensonhado
Música: Jimmy P
Letra: Jimmy P

VEJA AQUI A ATUAÇÃO.

3. "Mais Real Que O Amor" - Tomás Luzia | 760 10 08 03

Autor: Pedro Jóia
Intérprete: Tomás Luzia
Título: Mais Real Que O Amor
Música: Pedro Jóia
Letra: Tiago Torres da Silva

VEJA AQUI A ATUAÇÃO.

4. "Não Voltes Mais" - Elisa Rodrigues | 760 10 08 04

Autor: Elisa Rodrigues
Intérprete: Elisa Rodrigues
Título: Não Voltes Mais
Música: Elisa Rodrigues
Letra: Elisa Rodrigues

VEJA AQUI A ATUAÇÃO.

5. "Movimento" - Throes + The Shine | 760 10 08 05

Os Throes + The Shine fecharam o desfile de canções na primeira semifinal.

Autor: Throes + The Shine
Intérprete: Throes + The Shine
Título: Movimento
Música: Throes + The Shine
Letra: Throes + The Shine

VEJA AQUI A ATUAÇÃO.

6. "Diz Só" - Kady  | 760 10 08 06

Autor: Dino D’ Santiago
Intérprete: Kady
Título: Diz Só
Música: Dino D’ Santiago
Letra: Kalaf Epalanga

VEJA AQUI A ATUAÇÃO.

7. "Medo de Sentir" - Elisa | 760 10 08 07

Autor: Marta Carvalho
Intérprete: Elisa
Título: Medo de Sentir
Música: Marta Carvalho
Letra: Marta Carvalho

VEJA AQUI A ATUAÇÃO.

8. "Passe-Partout" - Bárbara Tinoco | 760 10 08 08

Autor: Tiago Nacarato
Intérprete: Bárbara Tinoco
Título: Passe-Partout
Música: Tiago Nacarato
Letra: Tiago Nacarato

VEJA AQUI A ATUAÇÃO.

Uma viagem pela história do rock português

A final do Festival da Canção contou ainda com viagem pela história do rock português, liderada por Samuel Úria -o  artista escolhido para dirigir o momento musical que habitualmente ocorre na final do Festival da Canção entre a apresentação das canções a concurso e o anúncio da votação.

"A propósito da passagem de quatro décadas sobre o surgimento do comumente designado de 'rock português', Samuel Úria concebeu uma releitura às canções mais significativas daquela altura", explicou a Vachier & Associados em comunicado.

Para esta aventura, o músico chamou alguns nomes que se associaram ao festival nos últimos anos. Samuel Úria e banda terão ao seu lado Alex D'Alva Teixeira, Joana Espadinha, NBC e Surma.

"Cavalos de Corrida", dos UHF, "Máquina Zero", de Rui Veloso, "Amor", dos Heróis do Mar, e "Portugal Na CEE", dos GNR, foram alguns dos temas recordados no palco do Coliseu Rondão Almeida.

Lena D'Água também subiu a palco para recordar "Estou Além", de António Variações.

O festival ficou ainda marcado no seu início por um leque de recordações de programas e séries que marcaram a história da RTP, que assinalou no sábado 63 anos, e contou ainda com a atuação das Roncas de Elvas.

A Caminho da Eurovisão

O vencedor desta noite irá representar Portugal no Festival Eurovisão da Canção, em maio, em Roterdão (Países Baixos). As semifinais realizam-se nos dias 12 e 14 e a final no dia 16.

No ano passado, Portugal foi representado no Festival Eurovisão da Canção, que decorreu em Israel, pelo tema “Telemóveis”, composto e interpretado por Conan Osíris.

O tema de Portugal, que competiu na primeira semifinal, não foi apurado para a final do concurso.

Este ano assinala-se a 65.ª edição do concurso, no qual Portugal participou a primeira vez em 1964, tendo entretanto falhado cinco edições (em 1970, 2000, 2002, 2013 e 2016).

Entre 2004 e 2007, inclusive, e em 2011, 2012, 2014 e 2015, Portugal falhou a passagem à final.

Portugal venceu pela primeira vez o Festival Eurovisão da Canção em 2017, com o tema “Amar pelos dois”, interpretado por Salvador Sobral e composto por Luísa Sobral. Na sequência da vitória, Lisboa acolheu, no ano seguinte, pela primeira vez o concurso.

A escolha de Lisboa como cidade que iria acolher o Festival Eurovisão da Canção em 2018 gerou na altura reclamações por parte de vários autarcas.

Nesse ano, a RTP anunciou que a final do Festival da Canção passaria a realizar-se sempre numa cidade diferente. Guimarães, em 2018, foi a primeira, e Portimão, no ano passado, a segunda.

No entanto, a primeira vez que o Festival da Canção se realizou fora de Lisboa foi em 1983, no Coliseu do Porto, tendo depois disso passado por locais como Funchal (1987), Évora (1989) e Santa Maria da Feira (2001).

As reações à final

Durante a cerimónia, a hashtag dedicada ao concurso da RTP1 esteve entre os temas mais comentados no Twitter.

As atuações dos finalistas, os visuais e a prestação dos apresentadores foram alguns dos temas comentados pelos espectadores nas redes sociais.

Leia algumas das reações:

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.