Sob o lema “A arte e a cultura como reanimadores de uma região e de um povo”, e com o patrocínio do Presidente da República, o FLII decorrerá, de 13 a 17 de junho, em 11 concelhos de Coimbra e Leiria afetados pelos fogos de 2017.

“Trata-se de um evento intermunicipal, daí o seu caráter inovador, que decorrerá em 11 concelhos da região afetados pelos fogos, com o objetivo de levar os livros e os escritores aos sítios mais inusitados e imprevisíveis, como fábricas, campos, praias, igrejas, mercados, romarias, locais onde as pessoas trabalham e convivem”, adianta a Arte-Via.

Esta terceira edição é dedicada a Maria de Lourdes Pintasilgo, única mulher que desempenhou o cargo de primeiro-ministro em Portugal, e ao nonagésimo aniversário do seu nascimento, bem como a Fernando Namora e ao centenário do seu nascimento.

“Com o tema transversal “Cuidar o Futuro”, e porque este é um festival de causas, pretendemos abordar questões candentes para o devir do mundo, desde logo a emergência ambiental”, refere a Cooperativa, em nota divulgada hoje.

O festival congrega as autarquias de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Penela, Arganil, Pedrógão Grande, Tábua, Ansião, Alvaiázere, de Miranda do Corvo, a Fundação ADFP, da Lousã, a Cooperativa Arte-Via, e da Pampilhosa da Serra a Associação Cultural e Recreativa de Pescanseco.

Para a edição deste este ano, o festival conta já com a parceria de vários congéneres internacionais: Fraktura (Croácia), FLIPoços (Brasil), Galway Literary Festival (Irlanda), Vilenica International Literary Festival (Eslovénia), Book Worm (China) Festival de Poesia de Chepén Chepén (Peru), Ake Festival (Nigeria), Flip (Brasil), Literature Festival (Jaipur), Literary Festival (Dubai), entre outros.

“Contamos com a presença dos escritores portugueses Luís Osório, António Cortez, Gisela Casimiro, Filipa Martins, Rita Martins, Ricardo Fonseca Mota, Maria Inês Almeida, Vasco Martins, vencedor do prémio FLII – Palavras de Fogo, Sara Rodi, Filipe Pinto, Silvério Manata e Tiago Cerveira, autor do filme ‘Pagar a promessa’”, enumera a Arte-Via.

Do estrangeiro, chegam os escritores Evgenia Emets (Rússia), Norma Dunning (Inuíte – Canadá), Susan Bulawa (palestino-americana), Maurício Vieira (Brasil), Nazli karabıyıkoğlu (Turquia), Marina Kazakova (Rússia), Wagner Merije (Brasil), Martina Videnovà (República Checa, autora do Requiem às Florestas Portuguesas), Rosa Montero (Espanha), Kiran Bhat (EUA), Sue Cosgrave e Mary Reynolds (Irlanda), Afra Atiq (Emirados Árabes).

José Santos e Selma Maria, brasileiros, serão os escritores residentes no mês de junho que percorrerão todos os concelhos abrangidos pelo festival.

Durante o Festival será ainda lançado o livro vencedor da 1.ª edição do Prémio Literário FLII - Palavras de Fogo, patrocinado pela Direção Regional de Cultura do Centro, e durante o mês de junho haverá novamente uma residência literária, cujos convidados percorrerão os concelhos do consórcio.

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), a Delegação Regional da Cultura do Centro, a Universidade de Coimbra, a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), a Fundação Cuidar O Futuro e a Casa-Museu Fernando Namora são parceiros da iniciativa.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.