Durante a atuação do Reino Unido na final do Festival Eurovisão da Canção, no passado sábado, dia 12 de maio, um homem invadiu o palco e roubou o microfone a à artista. De imediato, a produção retirou ativista, que assistia ao vivo ao espetáculo na Altice Arena, e deu um novo microfone a SuRie.

Segundo a BBC, o homem terá dito algo como "para os nazis dos meios de comunicação do Reino Unido, exigimos liberdade". O momento foi captado pelas câmaras e tudo ficou resolvido em menos 20 segundos.

“Fiquei com uns arranhões, mas estou bem”, disse a cantora no programa "This Morning". “Não tive tempo para ter medo. De repente, ele estava ali e a segurança já o tinha agarrado. Fiquei sem microfone durante uns segundos, mas a canção continuou a tocar, as pessoas no público continuaram a cantar. Entretanto vi o microfone no chão e pensei: vou acabar de cantar a canção", explicou SuRie.

Foi dada a possibilidade ao Reino Unido de repetir a atuação, mas a delegação inglesa decidiu não o fazer “por estar extremamente orgulhosa da atuação” e considerar “que não razão absolutamente nenhuma para apresentar a canção novamente”.

“Falámos sobre [repetir] isso, mas estava orgulhosa da minha atuação. Tinha trabalhado para aquele momento, e nos Jogos Olímpicos também não podemos repetir a corrida dos 100 metros se tivermos o atacador desapertado”, frisou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.