"Steven Seagal foi nomeado representante especial do ministério dos Negócios Estrangeiros, a cargo das relações humanitárias russo-americanas", informou a diplomacia russa na sua página oficial no Facebook.

O seu trabalho consistirá em "assistir no desenvolvimento das relações russo-americanas no tema humanitário, inclusivamente na cooperação no campo da cultura e da arte", segundo a mesma fonte. Trata-se de um cargo similar ao de "embaixador de boa vontade da ONU" e que "não prevê uma remuneração".

As relações entre Moscovo e Washington estão no seu pior momento desde o fim da Guerra Fria, devido a questões como as divergências sobre os conflitos na Síria e Ucrânia ou as acusações de ingerência russa nas eleições presidenciais de 2016, uma acusação que a Rússia nega.

Ex-estrela do cinema de ação norte-americano e especialista em artes marciais, Seagal obteve a nacionalidade russa por decisão do presidente Vladimir Putin em novembro de 2016.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.