"Acho que tens de ter alguma esperança... de certa forma, todos torcemos por um final feliz. Pessoalmente, prefiro um final agridoce", confessou George R. R. Martin na passada quarta-feira, numa palestra esgotada na Northwestern Medill School of Journalism em Evanston, nos EUA, que frequentou e pela qual foi homenageado, revela o site Vulture.

"As pessoas perguntam-me como é que 'A Guerra dos Tronos' vai acabar e não lhes digo... mas digo-lhes sempre para esperarem algo agridoce no final. Acho que o Tolkien fez isso de forma brilhante. Nem me apercebi disso quando era miúdo, na altura em que li 'O Regresso do Rei'", acrescentou, elogiando as alegorias de "O Senhor dos Anéis" e a forma como traduzem o lado mais cru da vida.

E quando chega o tal final da saga? "Tenho ouvido essa pergunta há anos e a questão é: o que é que posso fazer para escrever mais rápido? Por agora, acho que a resposta é que não posso fazer nada. Escrevo ao ritmo a que escrevo e a série não vai mudar isso", realçou.

A série, no entanto, continua a um ritmo mais regular. As filmagens da sexta temporada já arrancaram há meses e os novos capítulos deverão chegar ao pequeno ecrã no primeiro semester de 2016, provavelmente em abril.

Foto @Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.