Edmar, um dos concorrentes da nova edição do "Big Brother", da TVI, quer abandonar a "casa mais vigiada do país". O pedido foi feito à produção do formato depois de um comentário homofóbico de um colega, Hélder, durante esta segunda-feira, dia 11 de maio.

"Não quero desiludir ninguém, mas amanhã quero mesmo ir para casa, por favor. Obrigado", disse o concorrente no confessionário do reality show.

Na segunda-feira, em conversa com as colegas, Hélder frisou que "adora falar com mulheres". "Sei que lá para fora deve estar a passar a imagem de que sou mulherengo, mas não é isso. […] Eu prefiro ser mulherengo do que ser…", acrescentou o concorrente, apontando para Edmar, concorrente homossexual.

Durante a tarde desta terça-feira, Cláudio Ramos irá conversar com os concorrentes. "Polémica no 'Big Brother'. Atitude de descriminação sexual de Hélder, terá consequências. Cláudio Ramos vai falar para a casa do 'Big Brother'. Há um caso de descriminação e Edmar sente-se insultado",  revelou a TVI numa mensagem em rodapé no canal TVI Reality.

Veja o vídeo:

Antes de Edmar ir ao confessionário, os concorrentes conversaram ainda sobre o comentário de Hélder. "Não vamos estar a associar o Hélder a essa imagem", disse Sónia. "Nós conhecemos o Hélder mas conhecemos o peso do comentário. Não podemos fingir que esse comentário não possa ter outra conotação", frisou Slávia.

Nas redes sociais, o comentário de Hélder tem dado que falar e as críticas multiplicam-se. "Devia levar com nomeação direta", defende, por exemplo, o modelo Luís Borges.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.