De acordo com os dados revelados, 73% dos inquiridos utilizaram serviços de televisão paga no ano passado - o  número de subscritores TV por cabo desceu 3% em relação a 2016. Segundo a PwC, o consumo de serviços de streaming de vídeo aumentou para os 73% em 2017, tendo o maior crescimento sido registado entre os jovens adultos, entre 25 e 34 anos (90%).

No estudo, a consultora frisa ainda que "os entrevistados indicam ter quatro serviços, em média, incluindo a televisão paga e os serviços digitais, mas só assistem regularmente a dois desses serviços".

Com a fragmentação das ofertas, os conteúdos exclusivos e originais destacam-se junto dos espectadores, mas não um factor decisivo. "Conteúdo exclusivo - incluindo o conteúdo original - é uma componente chave da criação de um serviço de transmissão bem sucedido, mas não é o suficiente", frisa a consultora, acrescentando que ao selecionar serviços de transmissão, os entrevistados dão preferência à variedade de conteúdo disponível (37%).

Segundo a PwC, 53% dos entrevistados admitiram ainda que gastaram mais dinheiro com serviços de TV em 2017.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.