O Grande Prémio no Festival de Veneza realizado por Yorgos Lanthimos continua a revelar-se um título incontornável da temporada de prémios.

Este domingo, "A Favorita" ganhou em dez categorias dos British Independent Film Awards, um número recorde: ao Melhor Filme, Realização, Argumento, Atriz (Olivia Colman) e Atriz Secundária (Rachel Weisz), juntaram-se Casting, Fotografia, Guarda-Roupa, Caracterização & Penteados, distinções que tinham sido anteriormente anunciadas.

O filme, uma comédia dramática que estreia a 7 de fevereiro no nosso país, conta a história de duas mulheres (Weisz e Emma Stone), que na Inglaterra do início do século XVIII disputam a atenção da frágil rainha inglesa Ana (Colman).

Outros filmes da produção independente britânica premiados já passaram pelos cinemas portugueses.

"Prece ao Nascer do Dia", sobre um pugilista inglês numa prisão tailandesa, valeu a Joe Cole o prémio de Melhor Ator, enquanto "American Animals: O Assalto", uma co-produção com os EUA, levou os prémios de Melhor Argumentista Estreante (para o realizador Bart Layton) e Montagem.

"Nunca Estiveste Aqui" recebeu distinções pela Banda Sonora e Som.

Alessandro Nivola foi considerado o melhor secundário por "Disobedience", apenas exibido em Portugal num festival.

A única categoria para filmes não britânicos, a de Melhor Filme Independente Internacional, foi para "Roma", a produção mexicana realizada por Alfonso Cuarón para a Netflix.

Judi Dench recebeu o prémio de carreira.

Newsletter

Os melhores filmes, as séries mais populares e a música que tem mesmo de ouvir. Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.