Kevin Feige agradeceu a Ryan Coogler , realizador de "Black Panther", e à sua equipa por terem tornado a Marvel "um estúdio melhor".

Durante uma conferência no sábado, o presidente da Marvel revelou que fazer o filme foi "uma experiência transformadora" ainda antes da estreia nas salas.

"Estávamos a ver a última exibição, em que vemos a versão final do filme e verificamos se é necessário fazer alterações de última hora e quando acabou institivamente virei-me para o Ryan e disse 'Acho que este é o melhor filme que alguma vez fizemos'", recordou.

Os analistas acreditam que "Vingadores: Guerra do Infinito", que já rendeu 654,7 milhões de dólares, não vai chegar aos 699,3 que tem "Black Panther", o que o torna o título mais rentável de todos os 19 do Universo Cinematográfico da Marvel nos EUA, onde se tornou um fenómeno cultural.

A história só muda a nível internacional, onde o filme que junta todos os super-heróis já vai nos 1,34 mil milhões, contra 646,2 milhões.

Ainda assim, Kevin Feige garante que era necessário fazer "Black Panther" para "destruir o mito de que filmes sobre negros não têm sucesso à volta do mundo. O preconceito inconsciente é uma coisa real", garantiu.

Newsletter

Os melhores filmes, as séries mais populares e a música que tem mesmo de ouvir. Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.