As fãs suspiraram com a boa forma física em filmes como "Má Vizinhança", "Um Avô Muito à Frente" e principalmente "Baywatch", mas Zac Efron não recomenda o regime de treinos que foi obrigado a seguir.

No caso do último filme, o corpo escultural, tão diferente da época em que se tornou uma estrela juvenil graças a "High School Musical", tornou-se viral nas redes sociais muito antes da estreia nos cinemas graças às fotografias da rodagem.

No entanto, em recentes declarações à revista People, o ator explicou que encara o treino para os filmes como se fossem os Jogos Olímpicos e que não é recomendável para o dia a dia.

Um Avô Muito à Frente (2016)

"Sem dúvida que é divertido porque dás tudo em termos da tua ética profissional e vês até onde consegues chegar. É por um período de tempo limitado, mas não consideraria isso uma forma saudável ou normal de viver todos os dias", explicou.

Zac Efron acrescentou que o físico esculpido contrastava com o estado de espírito: "O meu humor era péssimo. Em retrospetiva, agora posso olhar para trás e dizer isso. Ninguém me dizia que estava a ser mesquinho ou o que quer que fosse, mas podia sentir essa falta de hidratos de carbono".

OS ADOMINAIS QUE AJUDAM A VENDER OS FILMES.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.