A decisão aumenta a incerteza em torno da indústria do cinematográfica, que normalmente tem um período exclusivo para exibir os seus filmes antes que eles estejam disponíveis para serem assistidos em casa.

Com "The Lovebirds", é a primeira vez que um grande estúdio de Hollywood tira um filme dos cinemas e o envia para a Netflix, embora ainda não tenha sido definida uma data de lançamento.

A comédia romântica, protagonizada por Issa Rae e Kumail Nanjiani, mostra como um casal se envolve acidentalmente num assassinato misterioso.

A Universal já tinha anunciado anteriormente que futuros títulos, como "Trolls: Tour Mundial", estariam disponíveis simultaneamente em streaming e nos cinemas.  A Disney, com "Frozen 2", antecipou a estreia de filmes que já tinham passado pelo cinema na sua plataforma Disney +.

Mas a maioria dos grandes lançamentos - incluindo "Mulan", "Viúva Negra" e o novo "Velocidade Furiosa" - foram adiados.

Numa declaração recente, a Associação Nacional de Proprietários de Cinemas disse que "para evitar perdas catastróficas para os estúdios, esses filmes devem ter o maior lançamento possível em todo o mundo".

"Embora um ou dois lançamentos possam desistir do cinema, entendemos que a grande maioria dos lançamentos adiados será remarcada para entrar nos cinemas quando a vida voltar ao normal", frisou a associação.

Mais informações sobre o COVID-19.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.