"Missão: Impossível" e "Godzilla" conseguiram as primeiras nomeações para os Óscares após décadas no cinema.

Para a saga protagonizada por Tom Cruise, o enguiço junto dos votantes da Academia foi quebrado após 28 anos e com o sétimo filme, "Missão: Impossível - Ajuste de Contas - Parte Um".

Veja aqui a lista completa de nomeados aos Óscares
Veja aqui a lista completa de nomeados aos Óscares
Ver artigo

A ação explosiva foi finalmente reconhecida nas categorias técnicas, com duas nomeações em Melhor Som e Melhores Efeitos Visuais.

Um dos nomeados na segunda é Neil Corbould, que concorre ainda por outros dois filmes, "O Criador" e "Napoleão".

São as nomeações 6, 7 e 8 na carreira do veterano supervisor de efeitos visuais britânico, que ganhou estatuetas douradas com "Gladiador" e "Gravidade".

Mas os anos e filmes de "Missão: Impossível" empalidecem em comparação com o feito "Godzilla": ao 37.º filme e após 69 anos, a saga japonesa conseguiu a primeira nomeação na mesma categoria com o fenómeno de popularidade internacional que foi "Godzilla Minus One".

O feito é tão mais impressionante porque o filme chegou aos EUA apenas em dezembro e o orçamento foi de 15 milhões de dólares e parece uma super produção: os 610 planos de efeitos foram feitos por uma equipa de apenas 35 artistas.

"Há quase 40 anos que ando a fazer filmes enquanto admito a arte dos efeitos visuais de Hollywood e sinto que finalmente cheguei até aqui. A minha atenção não estava em ser nomeado, mas estou muito feliz por ter sido trazido a este lugar... acho que é um dia maravilhoso para Godzilla", disse em comunicado Takashi Yamazaki, o realizador e supervisor dos efeitos do filme.

A reação da equipa ao conhecer a nomeação também foi partilhada nas redes sociais.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.