"Homem-Aranha: Longe de Casa" será o primeiro filme do Universo Cinematográfico Marvel sem um dos famosos "cameos" de Stan Lee.

Antes de morrer a 12 de novembro de 2018, aos 95 anos, a lenda da Marvel também era uma figura muito popular a nível global por causa dos “cameos”, mesmo entre pessoas que nunca leram qualquer uma das histórias que escreveu, que gravava com antecedência e até para vários filmes de uma vez.

Em "Vingadores: Endgame", apareceu numa versão rejuvenescida, a passar por uma base aérea nos anos 1970 e a gritar "Façam amor, não guerra".

No início de abril, durante um encontro com a imprensa na Índia, o realizador Joe Russo afirmou que achava que era a última participação, mas não se lembrava se o estado de saúde ainda lhe tinha permitido gravar alguma coisa para "Homem-Aranha: Longe de Casa".

No entanto, segundo o realizador Jon Watts, nunca houve planos a sério para incluir Stan Lee.

"Acho que todos sabíamos, de certa forma, que estava doente e que tinha acabado de filmar o 'cameo' para 'Endgame'. Acho que também o filmaram mais cedo... pareceu correto que a última vez fosse em 'Endgame'. Portanto, honestamente nunca falámos sobre isso", explicou ao CinemaBlend.

"Homem-Aranha: Longe de Casa" chega esta semana aos cinemas portugueses.

VEJA O ÚLTIMO TRAILER LEGENDADO.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.