De vestidos de lantejoulas e chapéus rosa, vermelhos, dourados e usando colares com alguns nomes das canções de Taylor Swift, as fãs diziam estar eufóricas após as dificuldades que tiveram para conseguir bilhetes para o espetáculo da digressão "The Eras Tour".

"Ela motiva outras mulheres!", disse à AFP María José Aceves, de 19 anos, antes de entrar no Foro Sol, ao explicar o seu furor pela vencedora de 11 Grammys. A jovem viajou de Guadalajara, Jalisco, a 500 quilómetros da Cidade do México.

Muitos fãs têm uma situação económica precária, mas, ainda assim, assumiram o elevado custo dos bilhetes e não se conformaram com as aparentes irregularidades nas vendas.

Taylor Swift

"Somos o quinto país que mais ouve a música dela no mundo! Por isso, acho importante para os fãs mexicanos tê-la aqui no país", comentou Valeria Chaires, de 33 anos, de Saltillo, no estado de Coahuila, na fronteira com os Estados Unidos.

Imagens religiosas com o rosto de Taylor Swift, em vez do rosto de Jesus, posters de grandes dimensões, além de canecas e roupas, foram alguns dos muitos itens vendidos à entrada do Foro Sol, espaço com capacidade para 65 mil pessoas.

Depois dos quatro concertos na Cidade do México, a digressão levará Taylor Swift ao Brasil e à Argentina, onde alguns dos seus fãs acamparam durante meses para garantir o melhor lugar, perto do palco.

Em 2024, a artista atua pela primeira vez em Portugal, nos dias 24 e 25 de maio, no Estádio da Luz, em Lisboa.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.