Em entrevista ao The Sun, Nathan Followill revelou estar farto de tocar o tema, explicando que, não fosse Sex On Fire uma das canções favoritas dos fãs dos Kings of Leon, a banda já a tinha deixado de tocar nos seus concertos.

“Eu ficaria muito, muito feliz se o meu sexo não estivesse on fire novamente”, contou.

“Os fãs querem-na e nós temos que o fazer, mas, depois de tantos álbuns, posso dizer-te: há muito debate sobre que faixas devem fazer parte do alinhamento [dos concertos], toda a gente tem as suas favoritas”.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.