Em declarações à agência Lusa, Joana Godinho, da organização do festival, disse que o trabalho foi feito a partir “dos aspetos que correram menos bem no ano passado”.

Na edição de 2010 do Super Rock Super Rock, o primeiro ano em que o festival se realizou perto da praia do Meco, o acesso ao recinto e as saídas do espaço levantaram problemas, criando longas filas de trânsito.

Para evitar que a situação se repita, explicou Joana Godinho, a organização tomou várias medidas, fazendo mudanças nas datas do festival, no cartaz de bandas a atuar, no estacionamento, nos condicionamentos ao trânsito e nos serviços que disponibiliza.

“O festival passou a ser de quinta-feira a sábado, deixando o seu início e o seu fim de coincidir com os dias em que a zona tem mais procura, temos este ano um cartaz mais consistente em todos os dias, para evitar um ‘pico’ de procura e criámos mais estacionamento [cerca de oito mil lugares]”, explicou.

Além disso, acrescentou, a organização está a trabalhar com uma empresa de consultoria de tráfego para ter ajuda ao nível do estacionamento e do acesso aos parques.

“A partir do momento em que os parques estejam preenchidos, a estrada de acesso ao festival vai ser cortada ao trânsito e o estacionamento só poderá ser feito na rotunda no Marco do Grilo. Haverá, no entanto, uma carrinha para levar as pessoas desse estacionamento até ao recinto”, disse.

O serviço de transportes públicos foi também reforçado, quer com autocarros a partir da Praça de Espanha, quer com os comboios. A partir da estação de Coina há também transportes a assegurar a ligação ao recinto.

A organização vai ainda assegurar as deslocações até Alfarim, “um dos fatores de congestionamento de trânsito”.

Joana Godinho destacou ainda que “é importante que as pessoas cheguem cedo ao festival”: “O espaço para acampar estará aberto a partir de quarta-feira e tem quatro vezes mais espaço do que tinha no ano passado. Não há nenhuma razão para que quem pode ir para o festival antes da hora não o faça”, acrescentou.

Fonte do comando de Setúbal da GNR disse à Lusa que “está tudo a postos” para o arranque do Super Rock Super Rock: “Temos reunido com a organização para acautelar acessibilidades e segurança e teremos um posto móvel junto à entrada principal do evento para dar apoio. Vamos ter o recinto policiado todos os dias”, afirmou.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.