O líder do coletivo revelou mais detalhes sobre o muito aguardado novo registo dos Arcade Fire, com edição prevista para outubro, durante uma entrevista com Zane Lowe para a Radio 1, transmitida ontem à noite. Em conversa com Lowe, Butler discutiu o som do disco duplo, revelando também a identidade de alguns dos artistas que vão partir em digressão com a banda aquando da promoção do novo álbum.

Butler contou que as primeiras ideias para “Reflektor” surgiram quando atuavam no Haiti rural, “para pessoas que nunca tinham ouvido falar dos The Beatles”, o que levou o grupo a fazer um álbum mais rítmico, destacando os ritmos voodoo. Uma viagem semelhante à Jamaica com o produtor Markus Dravs foi também mencionada na entrevista.

Win Butler também mencionou o seu contentamento com o panorama musical de 2013, na sua opinião menos preso a limites de géneros: “Para mim, o prazer de fazer música em 2013 é que te é permitido gostar de Sex Pistols e de ABBA e está tudo bem. É tal a explosão, qualquer coisa que seja boa ascende ao topo, e nós queremos que a música respeite isso”.

O rosto dos Arcade Fire confirmou igualmente que dois percussionistas haitianos acompanharão a banda na digressão de apresentação de “Reflektor”. “Faz algo verdadeiramente mágico à secção rítmica. Esses ritmos voodoo africanos profundos são a linguagem no Haiti, é com eles, basicamente, que as pessoas comunicam”, contou.

“Reflektor” já pode ser pré-encomendado no site oficial da banda, sendo que as primeiras encomendas dão acesso prioritário à compra de bilhetes para espetáculos especiais e concertos da próxima digressão do coletivo.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.