De acordo com a galeria, em comunicado, em “Está Ilovendo”, Escif “apropria-se da galeria para trabalhar o conceito de espaço, debruçando-se sobre o conceito de Terceira Paisagem desenvolvido pelo arquiteto paisagista, pensador e autor francês Gilles Clément, que fala sobre o espaço não intervencionado ou abandonado pelo homem, deixado à evolução natural: o espaço que permanece ou que é apoderado pelo estado de natureza”.

Na mostra, o artista, “através de um conjunto de peças únicas, cria um novo território, transmitindo a segurança de um refúgio, desprovido de qualquer organização ou ordem e encarnado por um sentido de desobediência e liberdade”.

O artista tem obras em locais tão diferentes como Dakar, Baltimore, nos Estados Unidos, Kerala, na Índia, São Petersburgo, na Rússia, e Sumatra, na Indonésia. No âmbito da exposição em Lisboa, vai pintar um mural na estação de comboios de Braço de Prata.

“Está Ilovendo” estará patente até 6 de agosto. Em simultâneo, pode também ser visitada, no espaço Cápsula da Underdogs, “Vacancy”, mostra do artista de origem polaca e grefa Dimitris Trimintzios aka Taxis.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.