A abertura do certame acontece no dia 13 de setembro, às 19h00, com uma homenagem à poetisa Adélia Prado, seguida do espetáculo "Afetos navegantes: olhar o porto do mar", da artista e pedagoga brasileira Marina Campanatti, que narra o seu encontro com as comunidades ciganas e africanas da Amadora, onde desenvolve um trabalho nas ruas dos bairros sociais.

Adélia Prado é poetisa e autora de 18 livros, entre poesia, prosa e infantis, tendo sido contemplada com o Prémio Jabuti (1978), Prémio Literário da Fundação Biblioteca Nacional (2010), Prémio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (2010), Prémio Clarice Lispector (2016) e Prémio Governo de Minas Gerais de Literatura pelo conjunto da obra (2016).

Ao longo de cinco dias, o Festival de Poesia de Lisboa rumará por seis espaços parceiros: além da UCCLA, a Fábrica Braço de Prata, Valsa, Livraria da Travessa, Jardim do Príncipe Real e Biblioteca de Alcântara.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.