“A descrição possível da sonoridade praticada pelos japoneses Melt-Banana soa improvável, quase desconfortável: as estruturas da pop, discerníveis mas adornadas logo à partida pela típica irreverência nipónica, deixam-se atropelar pela velocidade do grindcore e pelo assalto sónico do harsh noise, pelo meio de um hiperativo desfile de apontamentos experimentais”, pode ler-se no comunicado divulgado na página da Amplificasom.

Um dos mais sonantes nomes das sonoridades extremas japonesas, desde a década de 1990, os Melt-Banana formaram-se em 1992 e, desde então, têm lançado múltiplos registos e trabalhado com artistas como John Zorn e Mike Patton.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.