O romance, vencedor do prémio literário Afonso Lopes Vieira, é apresentado pelo escritor Mário de Carvalho.

A obra, com ilustrações de Leonor Lourenço, recupera para a ficção um caso ocorrido no século XVI, protagonizado por Maria de Jesus, uma mulher “que apenas praticava o bem” e foi acusada de feitiçaria e condenada à fogueira, num auto-de-fé, relatando como esta história inspirou, 500 anos depois, Joana Clara, que descobre os "seus poderes” gerando um tal entusiasmo popular que leva o governo a criar o Ministério dos Milagres, adianta a editora.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.