O cantor e compositor brasileiro Hildemar Diniz, conhecido como Monarco e considerado uma das figuras mais emblemáticas do samba, morreu este sábado aos 88 anos por complicações derivadas de uma cirurgia ao intestino, informou a escola de samba Portela.

"É com profunda tristeza que Portela informa a morte do nosso presidente de honra, Monarco", que estava internado desde novembro num hospital da zona oeste do Rio, informou a escola na sua página na internet. "Infelizmente, não resistiu às complicações", acrescentou.

Monarco foi um dos grandes compositores de samba e membro da Velha Guarda da Portela, uma das escolas mais tradicionais do Rio.

"Monarco sempre foi um mestre nato, de personalidade generosa que gostava de partilhar o seu saber e as suas histórias. A sua memória prodigiosa guardava os melhores sambas e era a nossa enciclopédia", escreveu a cantora Marisa Monte nas redes sociais.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.