A 14ª edição do NOS Alive foi adiada para 2021. "O sonho da 14ª Edição do NOS Alive continua nos dias 7, 8, 9 e 10 de julho de 2021, no Passeio Marítimo de Algés. Mantemo-nos otimistas e mais fortes do que nunca a trabalhar para que esta seja a melhor de sempre. E é fazendo jus à nossa assinatura que queremos manter o melhor cartaz. Sempre", frisa a promotora em comunicado.

Em entrevista à RTP1, Álvaro Covões, diretor da Everything Is New, que organiza o NOS Alive, confirmou que o objetivo é manter os quatro dias do festival e o mesmo cartaz. "Não fazer a 14ª edição agora em julho é uma dor, mas vamos fazer em 2021", confessou.

A organização confirmou ainda que a banda portuguesa Da Weasel é a primeira confirmação no cartaz do evento, em 10 de julho (último dia do festival à semelhança do que estava planeado para este ano).

Segundo uma nota da banda, que terminou em 2010, composta por Carlão, Virgul, Jay, DJ Glue, Quaresma e Guilherme Silva considerou que o adiamento do festival “custa muito”, mas os elementos estão ainda “com mais fome de palco e celebração”.

“Não nos parece que qualquer outro nome no cartaz deste festival se tenha sentido tão frustrado como nós ao saber desta notícia, mesmo antevendo que era a única solução possível face à situação em que nos encontramos agora e nos próximos meses”, sublinha o grupo.

O parlamento aprovou na quinta-feira, na generalidade, a proibição, até 30 de setembro, da realização de “festivais e espetáculos de natureza análoga”.

A discussão do projeto de lei da autoria do Governo segue agora na especialidade, na comissão parlamentar de Cultura, onde é hoje votada, antes da votação final global em plenário, que deverá acontecer no final desta semana.

A proposta define que os “festivais e espetáculos de natureza análoga”, marcados até 30 de setembro, só serão permitidos com lugares marcados e regras de distanciamento. No entanto, não define o que são “festivais e espetáculos de natureza análoga” e essa questão foi levantada na quinta-feira por alguns deputados, puxando a Festa do Avante, agendada para o início de setembro, para a discussão.

O projeto de lei do Governo é aplicável ao reagendamento ou cancelamento de espetáculos não realizados entre os dias 28 de fevereiro de 2020 e 30 de setembro de 2020, e quem comprou bilhete para eventos dentro daquele período, só poderá pedir o reembolso a partir de 01 de janeiro de 2022.

Até lá, estabelece a proposta de lei, pode pedir a troca do bilhete por um vale “de igual valor ao preço pago”, válido até 31 de dezembro de 2021, e esse vale pode ser utilizado na “aquisição de bilhetes de ingresso para o mesmo espetáculo a realizar em nova data ou para outros eventos realizados pelo mesmo promotor”.

“Caso o vale não seja utilizado até ao dia 31 de dezembro de 2021, o portador tem direito ao reembolso do valor do mesmo, a solicitar no prazo de 14 dias úteis”, lê-se no documento.

Embora o projeto lei não tenha sido ainda aprovado, já foram vários os festivais que decidiram cancelar as edições deste ano, entre os quais, o Rock in Rio Lisboa, o Festival de Músicas do Mundo, o Boom Festival, o Super Bock Super Rock, o Sudoeste, o Lisb-On e agora o NOS Alive.

COMUNICADO DO NOS ALIVE:

Este será o primeiro julho sem NOS Alive.

Foi hoje aprovada na especialidade a proposta de Lei do Governo Português que determina a proibição da realização de grandes eventos até o dia 30 de Setembro de 2020.

Apesar de estarmos conscientes de que esta é a melhor decisão, é com profunda tristeza que este será um verão sem festivais. Trabalhámos muito nos últimos meses em todos os cenários e possibilidades com o Governo Português, Autoridades Competentes, e na partilha de opiniões entre festivais no seio da APEFE – Associação Promotores Espetáculos, Festivais e Eventos.

Tivemos sempre como prioridade a proteção e segurança do nosso público, dos artistas, patrocinadores e parceiros, fornecedores, de toda a equipa e colaboradores do NOS Alive. A todos que estão a sentir o mesmo que nós, um muito obrigado e uma palavra de força, pois só unidos iremos ultrapassar este momento para voltarmos a estar juntos no próximo ano.

O sonho da 14ª Edição do NOS Alive continua nos dias 07, 08, 09 e 10 de julho de 2021, no Passeio Marítimo de Algés. Mantemo-nos otimistas e mais fortes do que nunca a trabalhar para que esta seja a melhor de sempre. E é fazendo jus à nossa assinatura que queremos manter o melhor cartaz. Sempre!

Para já, é com grande orgulho que confirmamos o regresso dos Da Weasel aos palcos, para um concerto único e exclusivo, sábado, dia 10 de julho de 2021, no Palco NOS.

Em breve daremos informações sobre a utilização dos bilhetes adquiridos para o NOS Alive 2020, em conformidade com a Lei a publicar.

Obrigado por sonharem connosco.

* Notícia atualizada às 09h00 do dia 20 de maio

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.