Lançada em 1985, a Capital Europeia da Cultura já esteve “sedeada” por três vezes em Portugal, designadamente em Lisboa (1994), no Porto (2001) e em Guimarães (2012), desconhecendo-se ainda qual a cidade eleita para 2027: os concursos para a atribuição do título de Capital Europeia da Cultura começam seis anos antes, pelo que, no caso de Portugal, tal só acontecerá dentro de quatro anos, em 2021.

A Suíça, o Liechtenstein, a Noruega e a Islândia (países da Associação Europeia de Comércio Livre que são partes no Acordo sobre o Espaço Económico Europeu) vão passar a poder participar no concurso uma vez em cada três anos, como acontece com os países candidatos e potenciais candidatos à UE.

Depois de Aarhus (Dinamarca) e Pafos (Chipre), no ano em curso, as próximas capitais europeias da cultura serão Valeta (Malta) e Leeuwarden (Holanda), em 2018, Plovdiv (Bulgária) e Matera (Itália), em 2019, e Rijeka (Croácia) e Galway (Irlanda) em 2020.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.