O prémio foi criado em junho de 2019 e é fruto de uma parceria entre o Município de Cuba, a Direção Regional de Cultural do Alentejo e a Associação Cultural Fialho de Almeida.

O nome do vencedor, que assinou sob o pseudónimo E.S. Tagino, foi anunciado numa sessão pública realizada na terça-feira no Museu Literário Casa Fialho d’Almeida, naquela vila alentejana, revelou a autarquia, em comunicado enviado à agência Lusa.

A obra “Contos da Serra e da Planície” foi distinguida na modalidade de conto e ao seu autor foi entregue um prémio pecuniário no valor três mil euros, disse a câmara.

O livro irá ainda ser publicado “numa editora de reconhecido mérito, sob coordenação da Biblioteca Municipal de Cuba e da Associação Cultural Fialho de Almeida, constando na edição a referência ao prémio”, acrescentou.

António José Costa Neves é natural de Grândola (Setúbal) e reside em Almada (no mesmo distrito), há mais de 40 anos.

Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, o autor foi bolseiro da Câmara de Grândola e da Fundação Calouste Gulbenkian, tendo as suas obras já lhe granjeado diversos prémios literários desde 2006.

O Prémio Literário Fialho d’Almeida tem por objetivo homenagear o jornalista e escritor que nasceu em Vila de Frades, no concelho de Vidigueira (distrito de Beja), em 1857, e que faleceu na vila de Cuba, em 1911.

Fomentar o gosto pela leitura e pela escrita e promover, defender e valorizar a língua portuguesa são outras das metas da iniciativa com o nome do jornalista e escritor, autor de obras como “Os Gatos” e “O País das Uvas”.

Nesta primeira edição do prémio, foram submetidas 20 obras a concurso nas modalidades de coletânea de contos e romance, das quais foram selecionadas 13 finalistas.

Além da obra vencedora, o júri determinou ainda a entrega de uma menção honrosa ao romance “As olvidadas léguas da raia”, de Tiago Passão Salgueiro.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.