Hoje, ao final da tarde, o jogo entre a Polónia e a Colômbia concentrava as atenções de várias dezenas de pessoas naquela zona, mas algumas já estavam a pensar na segunda-feira, dia da seleção portuguesa entrar novamente em campo no Mundial de Futebol 2018 para jogar contra a equipa do Irão.

O espaço dedicado aos jogos do Mundial suscitou a curiosidade de Gonçalo, de Setúbal, que, enquanto aguardava pelos concertos do dia, foi conhecer o local.

“Foi por curiosidade. Não tinha ainda experimentado ver um jogo aqui. (…) Neste momento, não há nenhum concerto que me interesse, portanto vou ficar um bocadinho à espera”, afirmou à Lusa Gonçalo, de 40 anos, admitindo também ter aproveitado a sombra (quase rara) que o espaço proporciona.

Sobre a seleção portuguesa, Gonçalo disse esperar que as coisas corram bem. “O meu filho diz que é zero a zero. (…) Espero que seja um bocadinho melhor para nós”, referiu.

Vestido a rigor com a camisola da seleção portuguesa, Rui, de 50 anos, não sabia da existência do espaço (descrito pela organização como o bosque do futebol), que acabou por descobrir quando procurava um espaço para descansar e comer qualquer coisa.

“Não sabia que estava a dar [o jogo] da Colômbia, está zero a zero, e aproveitamos para atualizar os resultados”, referiu à Lusa o festivaleiro que veio do Barreiro. Pouco minutos depois, algumas pessoas festejavam no local o primeiro golo (de três) colombiano.

“Vim cá pelo concerto. (…) Mas, se temos hipótese de ver aqui a bola ainda melhor”, prosseguiu.

E no que diz respeito a prognósticos para segunda-feira, Rui não pediu muito: “Pelo menos 1-0, chega 1-0 ou um empate. Estou convencido que vamos passar [aos oitavos-de-final]”.

Entre as várias pessoas que se encontravam no espaço estava também Filomena, que veio de Almeirim.

“É interessante. Dá para irmos variando um bocadinho, entre a música e o futebol. Fazer um intervalo”, indicou a festivaleira, afirmando estar confiante no desempenho da seleção das quinas.

“Vamos ganhar com toda a certeza”, rematou Filomena, assumindo ser uma adepta ferrenha da seleção.

Do Porto, os amigos Diogo e Jaime, de 21 e 19 anos, respetivamente, encontraram o espaço do Mundial quando “estavam a dar uma volta” ao recinto do RiR Lisboa e ficaram “a ver”.

Antes do Polónia-Colômbia, os dois amigos já tinham dado “uma olhadela” à repetição do jogo Alemanha-Suécia, disputado no sábado.

Diogo e Jaime admitiram que o apelo do futebol pode ser mais forte do que os concertos.

“Depende dos concertos. Neste caso sim, não é o nosso estilo”, disse Diogo, no momento em que se ouviam os primeiros acordes no Parque da Bela Vista do concerto da cantora brasileira Anitta no Palco Mundo.

Portugal joga na segunda-feira em Saransk (às 19:00 hora de Lisboa) contra o Irão na terceira jornada do Grupo B do Mundial 2018.

Caso a equipa portuguesa se apurar para os oitavos-de-final da competição, irá disputar um jogo agendado para o dia 30 de junho, o último dia da oitava edição do RiR Lisboa que recebe no Palco Mundo, o principal do festival, uma seleção só de artistas mulheres: Katy Perry, Jessie J, Ivete Sangalo e Hailee Steinfeld.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.