Cristina Ferreira anunciou o seu regresso à TVI para ser diretora de entretenimento e ficção, tendo já "manifestado a sua intenção de compra de participação na Media Capital, com o intuito de vir a tornar-se também accionista do canal televisivo", confirmou a Notable, agência que representa Cristina Ferreira, e a Media Capital em comunicado enviado ao SAPO Mag.

Segundo o Expresso, a SIC poderá exigir o pagamento de pelo menos quatro milhões de euros pela saída antecipada da apresentadora - dois milhões relativos ao valor do salário de dois anos e os restantes 50% referentes a custos paralelos, como acordos com marcas.

A edição desta semana da revista TV Mais avança que Cristina Ferreira deverá pagar a indemnização. Fonte ligado ao processo frisou à revista que "“não está previsto que avance para o tribunal numa questão que a sua equipa jurídica pode resolver”.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.