Considerada uma das séries mais complexas da atualidade, "Dark" regressou a 21 de junho, à Netflix. A segunda temporada da produção alemã, criada por Baran Bo Odar e Jantje Fries, acompanha os vários desaparecimentos que têm abalado a pequena vila de Winden, na Alemanha.

No IMDB, a produção do serviço de streaming conquistou esta semana o primeiro lugar entre as séries mais populares do momento - "Dark" lidera o top "Most Popular TV Shows", seguida por "Chernobyl", "Black Mirror" e "Stranger Things".

No site Rotten Tomatoes, a série alemã também ocupa o primeiro lugar no ranking "Top TV Shows - Most Popular TV on RT". Nos comentários, os fãs elogiam os novos episódios e classificam com 99% a série (escala de 0 a 100).

No início das gravações da segunda temporada, o SAPO Mag visitou os bastidores e conversou com o elenco - veja aqui a reportagem.

"Continuo surpreendido com a complexidade da série. É fascinante como os criadores vão juntando todas as peças, especialmente agora na segunda temporada. A história cresce ainda mais”, frisa Mark Waschke, que veste pele de Noah, em conversa com o SAPO Mag.

A opinião do ator alemão é partilhada pelos colegas. "Há muitas perguntas por responder sobre o futuro depois do que vimos na primeira temporada da série”, acrescenta Lisa Vicari, atriz que interpreta Martha Nielsen em "Dark".

"Acho que é uma história sobre famílias normais. Não temos super-heróis, nem nada. É uma pequena cidade da Alemanha, igual a tantas outras de todo o mundo. É uma pequena cidade com pessoas normais… que ficam envolvidas nesta estrutura e neste ciclo de mistério", defende Paul Lux, que veste a pele de Bartosz Tiedemann.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.