Os filmes da saga "Homem-Aranha" vão chegar pela primeira vez ao Disney+.

Estes estão incluídos num acordo descrito como "inovador" e "histórico" em que os filmes do estúdio Sony podem ficar disponíveis na plataforma de streaming Disney+ e noutros canais da Disney (ABC, FX, etc.) após terminar a primeira "janela" exclusiva em que eles estão na Netflix, que dura cerca de 18 meses.

Os termos financeiros do acordo não foram revelados no comunicado, mas uma fonte estimou à comunicação social americana que a combinação entre Netflix e Disney deve render à Sony mais de três mil milhões de dólares [2,49 mil milhões de euros].

Tal como acontece com a Netflix, o novo acordo aplica-se aos filmes que a Sony irá lançar entre 2022 e 2026, como "Morbius" ou "Uncharted", bem como aos do seu catálogo, como as sagas "Jumanji" ou "Hotel Transilvânia".

O grande simbolismo é que o Disney+ vai disponibilizar os filmes "Homem-Aranha", o que nunca aconteceu mesmo com os mais recentes com Tom Holland, que fazem parte do Universo Cinematográfico Marvel mas cujos direitos legais continuam a pertencer à Sony.

Não foi divulgado que outros filmes específicos do catálogo da Sony vão ficar disponíveis com a Disney, mas sabe-se que a plataforma Hulu nos EUA vai receber "um número significativo" de títulos já a partir de junho, o que significa que, conforme os mercados e prazos, alguns deverão chegar também ao Disney+ através da área Star.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.